Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.24/525
Título: O Contacto no Acolhimento Familiar: Novelos do passado, linhas do presente, laços do futuro
Autor: Bertão, Ana
Ferreira, M.
Oliveira, J.
Carvalho, João M. S.
Palavras-chave: acolhimento familiar
Contacto
Família de origem
Família de acolhimento
Data: 2014
Citação: Bertão, A., Ferreira, M., Oliveira, J., & Carvalho, J. M. S. (2014). O Contacto no Acolhimento Familiar: Novelos do passado, linhas do presente, laços do futuro. In P. Delgado, S. Barros, C. Serrão, S. Veiga, T. Martins, A. J. Guedes, F. Diogo & M. J. Araújo (Eds.), Pedagogia/Educação Social - Teorias & Práticas. Espaços de investigação, formação e ação (pp. 203-209). Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto.
Resumo: O acolhimento familiar constitui, na maioria dos países ocidentais, a primeira e a mais expressiva resposta de colocação de crianças que são retiradas às suas famílias biológicas, proporcionando-lhes um contexto familiar estável, decisivo para o seu processo de desenvolvimento. Neste processo ganha especial importância o contacto com as famílias de origem, quando daí não resulte qualquer dano para a criança, de forma a mitigar sentimentos de abandono e de rejeição e preparar a reunificação familiar, se tal for possível e desejável. Em Portugal, o acolhimento familiar encontrase institucionalizado desde a década de setenta do século passado e constitui-se como uma medida residual, verificando-se inclusivamente um decréscimo da aplicação da medida nos últimos anos. Esta comunicação tem como objetivo contextualizar brevemente esta medida de proteção à infância e apresentar os contornos metodológicos, bem como os primeiros resultados, do Projeto de Investigação “O Contacto no acolhimento familiar: padrões, resultados e modelos de gestão”. É necessário construir conhecimento acerca do contacto entre famílias e crianças em acolhimento familiar, nomeadamente ao nível da identificação dos autores das visitas, dos locais onde ocorrem, da determinação da sua frequência e das reações emocionais e comportamentais da criança após as visitas. Mas este conhecimento deverá ser útil ao desenvolvimento dos sujeitos, resultando dele a transformação dos contextos mais vulneráveis e ficando disponível para a avaliação da medida do acolhimento familiar.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.24/525
ISBN: 978-972-8969-06-6
Aparece nas colecções:Capítulo de livros



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.